Blog

13º salário

03 dez 20

Educação Financeira

13º salário: 5 dicas para aproveitar o dinheiro extra de forma mais inteligente

Final de ano chegou e com ele o pagamento integral ou em parcelas do 13º salário, momento aguardado com ansiedade por quem trabalha com carteira assinada (CLT) e pode contar com essa grana extra. 

Esse salário adicional, pode ajudar e muito nas finanças para começar o próximo ano com as contas organizadas. 

Para isso, é importante você não gastar de forma impensada e se planejar para usar esse dinheiro de forma mais inteligente. Confira as 5 dicas que separamos para te ajudar nessa missão. 

1 - Pague as dívidas

Se você está no vermelho, com contas atrasadas e dívidas, aproveite o 13º para quitar essas pendências. 

Dê prioridade para contas atrasadas de serviços básicos como energia, água, aluguel, gás e condomínio, que são essenciais no dia a dia.  

E se suas contas de serviços básicos estão em dia, considere negociar as dívidas. Os credores costumam conceder ótimos descontos para pagamentos à vista. No caso dessas dívidas, priorize as mais caras como cheque especial e cartão de crédito

Esta é a dica número 1 pois estar com dívidas atrasadas e com o nome sujo, traz uma série de dificuldades financeiras para: 

  • Conseguir créditos como empréstimos e financiamentos;
  • Alugar imóveis;
  • Abrir conta em bancos;
  • Participar de processos seletivos.

Além disso, as dívidas cobram juros que podem virar uma bola de neve cada vez maior e mais difícil de ser quitada. 

2 - Guarde para as contas de início de ano

Os primeiros meses do ano trazem as contas de IPTU, IPVA, renovação de matrícula e material escolar. E essas são só algumas, ainda é preciso considerar os gastos de final de ano no cartão de crédito e outras contas que vencem nesse período. 

O 13º salário pode ser a solução para evitar atrasos e endividamentos com essas despesas. Se você acha que a sua renda não irá cobrir esses gastos, guarde o dinheiro extra para pagar tudo à vista.  

3 - Crie sua reserva de emergência

Se suas contas estão em dia e você está com as despesas cobertas pela sua renda, use o dinheiro extra do 13º para começar a sua reserva de emergência, que nada mais é que uma quantia de dinheiro que você poupa e investe com liquidez para momentos de necessidade ou gastos inesperados. 

Aqui no blog, temos conteúdo explicativo sobre reserva de emergência

4 - Invista seu 13º

Já tem uma boa reserva para imprevistos e as contas estão no azul? Então chegou a hora de investir! Considere aplicar o seu 13ª em produtos de Renda Fixa, que são investimentos em que você consegue prever o seu retorno e determinar por quanto tempo vai deixar o dinheiro investido. 

Os principais produtos de Renda Fixa são: Poupança, Tesouro Direto, Certificados de Depósito Bancário (CDB), Letras de Crédito Imobiliário LCI, LCA e LC. Dentro de cada um desses produtos, é possível escolher subprodutos de acordo com o tempo, liquidez e valor mínimo a ser aplicado. Escolha de acordo com seu perfil investidor. 

Os títulos de Renda Fixa de várias instituições são cobertos pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que garante a investimentos de até R$ 250 mil por CPF. Por isso, é importante que você escolha uma boa instituição para fazer seus investimentos e verificar se os títulos estão cobertos pelo FGC antes de aplicar. 

5 - Faça suas compras de final de ano

E se você não tem dívidas, está com a reserva de emergência em dia e já tem títulos de investimentos, por que não se dar ao luxo de gastar esse valor extra, não é? 

Tudo depende do seu perfil e da sua realidade financeira. Se você está seguro, aproveite para comprar os presentes, decorações e itens para as festas de final de ano à vista, sem deixar grandes gastos em aberto para o próximo ano. 

Seguindo estas dicas, você garante o melhor uso do dinheiro extra do seu 13º salário e um início de ano financeiramente mais tranquilo. 

Curtiu este conteúdo? Continue acompanhando as nossas postagens por aqui e não esqueça de seguir o Banco Bari em todas as redes sociais. 

Recomendações

Comentários

Mais posts

5 Dicas para reeguer seu negócio

5 dicas para reerguer seu negócio depois da pandemia

5 dicas para reerguer seu negócio – Por mais que a pandemia de Covid-19 não esteja controlada e ainda não […]

Ler mais
Proposta de crédito

23 set 20

Proposta de crédito: 6 dicas para melhorar as chances de aprovação da linha de crédito do seu cliente.

Proposta de crédito – Os empréstimos com garantia de imóvel são um tipo de crédito com muitas vantagens como liberação […]

Ler mais
banco-bari-medida-provisoria-927

30 mar 20

MP 927 – Entenda como as alterações feitas ajudam o seu negócio a enfrentar a Covid-19

Alterações no regime de trabalho, home office, antecipação de férias, banco de horas, afinal, o que muda com a nova […]

Ler mais

Atenção!

O Banco Bari alerta que não exige depósito prévio a título de fiança, seguro ou taxa de cadastro para concessão de empréstimos aos seus clientes.

Em cumprimento à Circular 3.991 do Banco Central de 19/3/2020 e seguindo as diretivas preventivas incentivadas pelas autoridades durante a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), informamos aos nossos clientes que o atendimento público presencial estará suspenso por tempo indeterminado.

Durante esse período, pedimos aos nossos clientes que utilizem nossos canais digitais de atendimento:
Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC)
4007-2888 (capitais e regiões metropolitanas)
0800-007-1777 (demais localidades)
41 98775-7044 (whatsapp)
ajuda@bancobari.com.br