Blog

Fraudes

01 jul 20

Segurança

Dicas de segurança contra fraudes financeiras

Saiba reconhecer e como se proteger dos golpes financeiros mais comuns. 

Todos os dias, novas modalidades de fraudes surgem e mais pessoas caem em armadilhas criadas por pessoas mal intencionadas. 

De acordo com pesquisa realizada pela Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), mais de 12 milhões de consumidores sofreram algum tipo de fraude financeira de agosto de 2018 a agosto de 2019. Os prejuízos gerados equivalem a R$ 1,8 bilhão. 

As fraudes financeiras mais comuns

Ainda de acordo com a pesquisa, alguns dos golpes mais praticados são pagamentos de boletos falsos, cartões de crédito/débito clonados, contratação de serviço ou compra com documentos falsos, perdidos ou roubados, transações financeiras em conta bancária da vítima sem autorização (saques, transferências ou pagamentos) e cartões de crédito emitidos sem autorização usando documentos falsos, perdidos ou roubados da vítima. 

Para se proteger é preciso entender como funcionam essas fraudes e que artifícios os golpistas utilizam para enganar as vítimas, por isso, preparamos esse conteúdo antifraude completo para você. Vamos lá?

Golpe do boleto falso

Como funciona? 

O boleto bancário é um dos meios de pagamento mais utilizados pelos brasileiros e justamente por isso, alvo constante de fraudes. No golpe mais comum, é criado um boleto falso que direciona o pagamento para a conta bancária do fraudador.

Esse golpe acontece de várias formas como alteração do código de barras, criação de páginas falsas para download dos boletos adulterados e envio de boletos falsos por e-mail. 

Como evitar

Seguindo algumas dicas simples, é possível evitar cair nessas armadilhas. Confira:

1 - Atenção ao código de barras:  

  • Os números devem ser exatamente iguais, tanto na parte superior como na inferior do boleto. 
  • Os três primeiros números são iguais ao código do banco que emitiu o pagamento. Para descobrir o código dos bancos acesse http://bit.ly/febrabancodigosbancos.

2 - Download do boleto: 

  • Cuidado ao baixar boletos do e-mail, whatsapp ou sms. É mais seguro fazer o download do boleto diretamente dos canais oficiais das instituições.
  • No caso de compras em lojas online, prefira outros métodos de pagamento que não envolvam boletos. 

3 - Confira os dados: 

  • Nome do beneficiário, data de vencimento, CNPJ, razão social ou o nome fantasia precisam estar descritos.
  • Se essas informações estiverem diferentes do que estava esperando, não pague o boleto antes de verificar. 
  • Fique de olho nos erros de português, eles são bem comuns nos boletos fraudados. 

4 - Valor do boleto: 

  • Confira o valor no final do código de barra e no campo “valor do documento”. Se estiver diferente do que você esperava ou de algo fixo que paga todo mês, desconfie. 

5 - Leitor automático: 

  • Ao pagar um boleto, prefira fazer a leitura automática do código de barras pela câmera do celular ou no caixa eletrônico.
  • Boletos com linha digitável alterada costumam ter um código de barras incompatível e forçam a vítima a digitar a sequência manualmente. 

Golpe do empréstimo falso

Como funciona? 

Neste tipo de golpe, são oferecidos empréstimos com condições muito atrativas como, por exemplo, taxas de juros muito abaixo do oferecido no mercado. O contato, normalmente, é feito via whatsapp ou redes sociais. Em alguns casos, os fraudadores utilizam o nome de instituições financeiras renomadas. 

Depois, é solicitado depósito antecipado de valores para que o valor total solicitado pela vítima seja liberado. 

Como evitar

  • Tome cuidado com a origem do contato. Desconfie de ofertas de crédito feitas pelo whatsapp e redes sociais pessoais;
  • Prefira sempre fazer contato pelos canais oficiais da instituição onde está buscando seu empréstimo;
  • Sempre confira se o perfil parece legítimo, informando contatos telefônicos e site oficial. 
  • Nunca forneça seus dados pessoais antes de confirmar que fala com alguém da instituição onde busca crédito; 
  • Desconfie de pessoas oferecendo empréstimos sem análise de crédito e com taxas muito mais baixas que as praticadas no mercado;
  • Não pague qualquer valor solicitado antecipado. Instituições sérias não costumam pedir entradas ou pagamentos antecipados. 

Cuidados com os cartões

Os cartões vieram para facilitar a nossa vida e trazer segurança também, já que com eles não precisamos andar com dinheiro em espécie e correr riscos de assaltos e furtos. 

O cartão de crédito é um produto com ainda mais vantagens. Além de facilitar a compra de itens mais caros parcelados e as compras pela internet, ainda permite o acúmulo de pontos ou milhas com todas as compras. 

Mas para aproveitar todos os benefícios que os cartões de crédito e débito oferecem sem cair em armadilhas, é preciso tomar alguns cuidados: 

1 - Atenção sempre: 

  • Golpistas se aproveitam de momentos de desatenção para coletar dados, por isso, atenção ao digitar sua senha. Se estiver em um campo visível, não digite. A senha deve sempre estar oculta.
  • Ao utilizar caixas eletrônicos, fique atento a qualquer dificuldade para inserir o cartão na máquina. Se encontrar resistência, não force e procure outro caixa eletrônico. Caso seu cartão fique preso, não saia de perto e ligue para o número indicado nos caixas. 
  • Cuidado com a presença de pessoas estranhas interessadas nas suas transações ou oferecendo ajuda. Evite também falar sobre as transações e valores, mesmo com pessoas conhecidas que estejam acompanhando, outras pessoas mal intencionadas podem estar observando. 

2 - Acompanhe sua fatura:

  • Caso note uma compra ou movimentação que não reconhece, acione o banco e solicite o estorno. 
  • Com os aplicativos e sms dos bancos, é possível acompanhar constantemente os gastos e notar rapidamente, caso haja movimentações estranhas. 

3 - Atenção com as compras online

  • Sempre verifique se o site que está acessando é seguro. Cheque a autenticidade e o que outros usuários falam da loja. 
  • Nunca deixe seu cartão salvo nas lojas. Apesar de ser prático para compras futuras, isso também pode facilitar o acesso dos golpistas aos seus dados. 
  • Mantenha o antivírus do seu computador sempre atualizado. 

4 - Caso desconfie, bloqueie o cartão!

  • Se achar que foi vítima de golpe ou que coletaram seus dados, faça o bloqueio imediato e solicite um novo cartão. 
  • Isso também vale para casos de perda, furto ou roubo do cartão de crédito ou débito. 

Como proteger minha conta digital de fraudes? 

A tecnologia permite que você tenha mais facilidade para fazer transações financeiras direto no celular ou no computador, mas também abriu espaço para novas modalidades de fraude nesses ambientes virtuais. Para aproveitar todas as comodidades sem correr riscos, basta seguir algumas dicas simples: 

1 - Crie senhas seguras

  • Evite utilizar a mesma senha em muitas contas. Reciclar senhas e utilizar dados pessoais como datas de aniversário, facilitam a coleta de informações por hackers. 
  • Se você tem dificuldade de lembrar, anote e guarde em um lugar seguro.
  • Crie sempre senhas aleatórias com mais de 8 caracteres, utilizando letras, números e caracteres especiais. 

2 - Antivírus atualizado

  • Mantenha uma proteção contra malware e antivírus de boa reputação instalados no computador e celular. 
  • Esse tipo de software é uma primeira barreira contra ameaças de segurança pois detecta a entrada de outros programas ou softwares mal intencionados. 

3 - Cuidado com as redes onde acessa sua conta

  • Cuidado ao acessar sua conta conectado em redes ou computadores públicos.
  • Prefira sempre fazer transações utilizando seu computador ou celular pessoal, utilizando redes domésticas ou a rede 3G/4G do celular. 

4 - Proteja-se contra golpes de phishing

  • Phishing é um golpe muito comum feito por hackers para obter dados. Os criminosos criam e-mails ou sms que parecem legítimos  e usam táticas de intimidação para induzir a confirmar detalhes da conta. 
  • Não abra e-mails ou anexos desconhecidos e não clique em links suspeitos. 
  • Se estiver em dúvida de uma mensagem ou e-mail é realmente do seu banco, ligue para os canais oficiais e confirme as informações. 
  • Utilize o aplicativo do seu banco no telefone. Esses apps tem criptografia segura. 

5 - Autenticação de dois fatores

  • Sempre que oferecido, utilize a autenticação de dois fatores. É uma dupla camada de proteção contra possíveis fraudes e inva nas suas contas.
  • Com ela, para logar em um dispositivo, é preciso confirmar identidade em outro dispositivo independente, por meio de um código enviado. 

Agora você já sabe como evitar diversas modalidades de fraudes financeiras. Seguindo essas dicas, você mantém as suas finanças seguras e consegue utilizar todos as facilidades e benefícios da tecnologia sem correr riscos. 

Restou alguma dúvida sobre o assunto? Deixe seu comentário abaixo. Siga Banco Bari nas redes sociais e acompanhe as postagens aqui no blog. 

Recomendações

Comentários

Mais posts

blog-banco-bari-home-office-dia-a-dia

Pequenas economias no home office – Dia a dia

Trabalhando de home office? (Nós também estamos :P). E neste período tão diferente, já demos dicas de produtividade, de como evitar o aumento da sua conta de energia e hoje, continuaremos com algumas dicas de economia para o seu dia a dia trabalhando em casa.

Ler mais
Juros

Juros: você sabe quanto está pagando ou recebendo?

Juros – Financiamento, cheque especial, rotativo do cartão de crédito, empréstimos e parcelamentos são produtos comuns no Brasil, que cobram […]

Ler mais
Chave aleatória Pix

29 set 20

Pix

Chave aleatória Pix: transações sem precisar informar dados pessoais.

Chave aleatória Pix – Já pensou poder receber uma transferência sem precisar informar dados pessoais como o seu CPF, e-mail […]

Ler mais

Atenção!

O Banco Bari alerta que não exige depósito prévio a título de fiança, seguro ou taxa de cadastro para concessão de empréstimos aos seus clientes.

Em cumprimento à Circular 3.991 do Banco Central de 19/3/2020 e seguindo as diretivas preventivas incentivadas pelas autoridades durante a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), informamos aos nossos clientes que o atendimento público presencial estará suspenso por tempo indeterminado.

Durante esse período, pedimos aos nossos clientes que utilizem nossos canais digitais de atendimento:
Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC)
4007-2888 (capitais e regiões metropolitanas)
0800-007-1777 (demais localidades)
41 98775-7044 (whatsapp)
ajuda@bancobari.com.br