Blog

blog-banco-bari-habito-de-poupar

30 abr 20

Educação Financeira

Um passo de cada vez: Guarde o que puder e torne poupar um hábito

Guardar dinheiro é uma dificuldade para a maioria dos brasileiros. Uma pesquisa realizada em 2019 pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que 67% dos consumidores não conseguem guardar nenhuma parte de seus rendimentos mensais.

Num post anterior, explicamos a regra 50/30/20, no qual o recomendado é que você guarde 20% do que ganha pensando em uma reserva de emergência. Este exercício deve ser recorrente e acontecer na hora que você planeja suas finanças, ou seja, já endereçar a quantia que você se propôs a poupar no momento em que recebe - não esperar sobrar, porque, normalmente, sem esta disciplina, não sobra mesmo.

Mas e se não tiver como guardar os 20% recomendado? Não tem problema. Guarde o que puder. Sabemos que a realidade de muitos brasileiros é sofrida e que as baixas remunerações e o alto custo de vida podem fazer com que boa parte dos rendimentos sejam destinados para aquilo que é fundamental. Neste caso, a dica é estabelecer metas que possam ser reais para o seu contexto - a menor economia possível já ajuda. Cinco, dez reais que você consiga poupar por mês já pode ajudar a começar a sua reserva de emergência. 

Assim o foco passa a ser o hábito - o compromisso de reservar parte do seu orçamento para o futuro. O valor que você poupa pode ir aumentando de acordo com a sua realidade - uma economia aqui e outra ali ou ganho extra podem fazer com o que valor a ser poupando do mês aumente um pouquinho. 

Que tal começar o seu compromisso de poupar um pouco por mês? Num próximo post falaremos da importância de se ter uma reserva de emergência e qual seria o valor ideal para você ter guardado e ter segurança. 

Este post foi escrito pela Drimgo, parceira do Banco Bari na missão de ajudar as pessoas  as pessoas a melhor planejar e realizar seus sonhos por meio da educação financeira

Recomendações

Comentários

Mais posts

Seguros

Seguros no seu contrato imobiliário: entenda quais são e a importância de cada um.

Os Seguros são contratos que obrigam uma das partes, chamada de segurador, a indenizar a outra parte, chamada segurado, em […]

Ler mais
Atrasos e dívidas

Atrasos e dívidas: quais contas eu priorizo para pagar primeiro?

Atrasos e dívidas: o post de hoje dedica-se a descrever aquele cenário que ninguém deseja: não sobrou dinheiro para pagar […]

Ler mais
Orçamento

Organize seu orçamento por prioridades!

Economizar é preciso. Mas nem sempre é fácil saber de onde tirar. É consenso entre educadores financeiros que o conselho […]

Ler mais

Atenção!

O Banco Bari alerta que não exige depósito prévio a título de fiança, seguro ou taxa de cadastro para concessão de empréstimos aos seus clientes.

Em cumprimento à Circular 3.991 do Banco Central de 19/3/2020 e seguindo as diretivas preventivas incentivadas pelas autoridades durante a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), informamos aos nossos clientes que o atendimento público presencial estará suspenso por tempo indeterminado.

Durante esse período, pedimos aos nossos clientes que utilizem nossos canais digitais de atendimento:
Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC)
4007-2888 (capitais e regiões metropolitanas)
0800-007-1777 (demais localidades)
41 98775-7044 (whatsapp)
ajuda@bancobari.com.br