Blog

Fotografia mostra homem sentado em uma mesa utilizando um celular

17 fev 21

Crédito Educação Financeira

Por que o meu pedido de cartão de crédito foi negado?

Entenda os critérios das instituições financeiras para negar ou aprovar os cartões de crédito

O Brasil é o 9º maior mercado do mundo em valores de transações feitas com cartões de crédito, segundo a Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviço).

De acordo com as Estatísticas de Pagamentos de Varejo e de Cartões no Brasil do Banco Central, o número de cartões de crédito em uso no país chegou a 123 milhões em 2019, um aumento de 18% em relação ao mesmo período de 2018. 

Apesar do crescimento constante, 80% dos pedidos de cartão de crédito realizados pela internet são negados, segundo estudo realizado pela MoneyGuru, site facilitador para aquisições de serviços financeiros.

Isso significa que, apesar da oferta de crédito ser ampla, ou seja, você pode solicitar diversos cartões em várias instituições financeiras, mas isso não garante a aprovação e liberação do cartão de crédito. 

Se você está dentre os 80% que teve o crédito negado e quer entender melhor os principais motivos das negativas, continue lendo este artigo. 

1 - Informações incorretas ou falta de documentos 

Ao fazer cadastros ou preencher propostas de solicitação de crédito, é importante que os dados informados estejam corretos, tanto os pessoais quanto os relacionados à renda. Se a instituição encontrar divergências durante a análise, seu pedido pode ser negado automaticamente.  

2 - Restrições no CPF

Pessoas com “nome sujo” na praça não conseguem liberação de crédito. Isso acontece porque os bancos e instituições financeiras analisam o perfil de risco dos potenciais clientes e escolhem os bons pagadores para liberar o crédito.

Cartão de crédito sem mistério: benefícios, custos e dicas para usar do jeito certo.

3 - Score

O score de crédito é uma pontuação medida pelos órgãos de proteção de crédito como SPC e Serasa. O sistema de pontuação vai de 0 a 1000 pontos, de acordo com o seu perfil de pagador de cada pessoa. Quanto mais alto o score, melhor pagador você é considerado e mais fácil conseguir liberação de crédito. 

Faixas de score:

  • 0 - 399: ruim
  • 400 - 599: regular
  • 600 - 799: bom
  • 800 - 1000: excelente

4 - Histórico

Mesmo que o seu CPF não tenha mais restrições e o seu nome esteja limpo, o seu histórico com dívidas pode dificultar a liberação do crédito, pois existe o risco de nova inadimplência.

A solução, nestes casos, é ter paciência e manter uma boa relação com o banco onde tem conta. Fazer movimentações e pagamentos será decisivo na hora que o banco realizar uma nova análise. 

Em alguns casos, os bancos liberam cartões de crédito com limites mais baixos, para iniciar um relacionamento e conhecer melhor o perfil pagador do cliente. Se esse é o seu caso, utilize o cartão e faça os pagamentos em dia. As instituições fazem análises periódicas e isso pode ajudar no aumento do seu limite.

Ilustração mostra cartão de crédito com símbolo vermelho de negado
Os bancos levam em conta vários critérios para liberar ou negar o cartão de crédito para os clientes.

5 - Renda

Fique atento às exigências de cada instituição para liberação de cartões de crédito. A maioria pede uma renda mínima e se a renda informada for menor do que a exigida, seu pedido pode ser recusado.

Avaliação do perfil financeiro

Ter o pedido de cartão de crédito negado pode ser muito frustrante, mas é preciso que você entenda que durante a análise das instituições é feita uma avaliação do seu perfil financeiro, que leva alguns fatores em consideração:

  • Renda mensal;
  • Seu histórico de dívidas (mesmo após quitação);
  • Se você tem ou já teve restrições no CPF (nome sujo);
  • Análise de documentos (verificação se você já foi vítima de fraude ou se já teve documentos roubados ou clonados);
  • Perfil de pagador (se você paga as contas regularmente, se tem outros empréstimos ou financiamento)
  • Estado civil.

Lembrando que os critérios podem variar de instituição para instituição. Se você teve uma solicitação negada, você pode fazer uma nova solicitação em alguns meses. Esse tempo também é determinado pelo banco, mas normalmente são 90 dias. 

Para melhorar suas chances de aprovação na nova análise, mantenha o seu CPF livre de restrições,  uma boa relação com o banco e faça os seus pagamentos em dia. 

E para ficar por dentro das informações sobre crédito e mercado financeiro, continue acompanhando as nossas postagens por aqui e não esqueça de seguir o Banco Bari nas redes sociais. 

Recomendações

Comentários

Mais posts

Como superar momentos de crise e fazer sua empresa crescer?

Em momentos de crise ou expansão é indispensável que pequenos e médios empresários tenham controle financeiro para que tomem decisões […]

Ler mais
Mãos apoiadas em mesa de trabalho segurando e utilizando um celular.

Open banking: mitos e verdades sobre o sistema bancário aberto

Descubra o que é fato ou não sobre o sistema que entra em regulamentação no próximo mês Open Banking é […]

Ler mais
Investimentos CDB

13 ago 20

Investimentos: o que é CDB?

O post de hoje fala sobre o CDB, um tipo de investimento de Renda Fixa seguro e que, na maioria […]

Ler mais

Atenção!

O Banco Bari alerta que não exige depósito prévio a título de fiança, seguro ou taxa de cadastro para concessão de empréstimos aos seus clientes.

Em cumprimento à Circular 3.991 do Banco Central de 19/3/2020 e seguindo as diretivas preventivas incentivadas pelas autoridades durante a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), informamos aos nossos clientes que o atendimento público presencial estará suspenso por tempo indeterminado.

Durante esse período, pedimos aos nossos clientes que utilizem nossos canais digitais de atendimento:
Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC)
4007-2888 (capitais e regiões metropolitanas)
0800-007-1777 (demais localidades)
41 98775-7044 (whatsapp)
ajuda@bancobari.com.br