O Banco

Para você

Para sua empresa

Blog

Empréstimo
/ home equity

Crédito com garantia de imóvel para você usar como quiser.

Saiba mais
2ª via do boleto

Serviços ao mercado financeiro

Saiba mais
Planejamento Financeiro

4 dicas de como usar a restituição do Imposto de Renda

24 AGO 21
COMPARTILHE

As restituições do Imposto de Renda de 2021 começaram a ser pagas em maio e haverá o pagamento de mais dois lotes, no final de agosto e de setembro, para quem ainda não recebeu a sua restituição.

Trata-se da devolução do valor pago a mais na declaração de imposto e que pode ser depositado na conta do contribuinte. Com esta é uma entrada de dinheiro extra, existem várias possibilidades para usar o valor, como reorganizar as contas, pagar dívidas ou até mesmo investir. 

Entretanto, é importante ter um planejamento financeiro para aplicar o dinheiro da melhor maneira e atingir os objetivos desejados. 

Confira algumas opções de como usar o dinheiro da restituição do Imposto de Renda: 

Construa uma reserva de emergência

Uma das primeiras etapas para quem quer começar a investir é formar uma reserva de emergência. Esta é uma boa opção antes de seguir para os próximos passos e objetivos com investimentos. 

O objetivo dessa reserva é reunir recursos para caso você deixe de ter uma renda repentinamente ou tenha algum gasto urgente que não estava previsto no orçamento. O ideal é que sua reserva financeira seja equivalente ao valor de três a seis meses dos seus custos mensais. 

 

Ilustração mostra um homem e uma mulher interagindo com algumas moedas.
Usar com sabedoria os valores restituídos do IR é um ótimo caminho para conseguir a almejada estabilidade financeira.

 

Comece a investir

Para quem já possui uma reserva de emergência, a restituição é uma oportunidade para começar a investir em outros produtos. Existem diversos tipos de investimentos que oferecem retornos a curto, médio ou longo prazo, além de opções de baixo risco. Por isso, é essencial que o investidor conheça o seu perfil e entenda suas necessidades antes de escolher. 

Uma dica para quem quer começar a investir, é escolher produtos de renda fixa, uma modalidade que oferece segurança e a possibilidade de prever o retorno de aplicações. Entre as opções, há investimentos para quem pensa em resgatar o dinheiro em curto e médio prazo, e cuja aplicação mínima é R$ 50. 

Para quem precisa acessar o valor sempre que precisar, o indicado são CDBs com liquidez diária, mas para quem pode investir a médio prazo, há opções de LCIs com vencimentos em 3 meses, 6 meses, e 1 ano com ótimas remunerações. 

Use o dinheiro para quitar dívidas

Outra opção para utilizar o valor da sua restituição do Imposto de Renda é quitar dívidas. Mesmo que não seja possível eliminá-las por completo, o dinheiro pode ser usado para abater aquelas com as maiores taxas de juros e, idealmente, o maior montante possível. Isso fará uma grande diferença no seu planejamento financeiro e deixará você cada vez mais perto de atingir outros objetivos e definir metas mais ousadas. 

Invista em qualificação profissional

Para quem não possui dívidas, investir no desenvolvimento pessoal e profissional é sempre uma ótima opção. Existem muitas opções de cursos de aperfeiçoamento profissional que podem ajudar a melhorar o currículo e alavancar a sua carreira. Então, aproveite a restituição para atingir seus objetivos profissionais. 

Este conteúdo foi escrito em parceria com o Canal Meio.  

Veja também

Este site usa cookies e outras tecnologias que ajudam a personalizar o conteúdo de acordo com nossaPolitica de Privacidade. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.