O Banco

Para você

Para sua empresa

Blog

Empréstimo
/ home equity

Crédito com garantia de imóvel para você usar como quiser.

Saiba mais
2ª via do boleto

Serviços ao mercado financeiro

Saiba mais
Segurança Digital

6 dicas para se prevenir de golpes financeiros

08 ABR 21
COMPARTILHE

Os golpes financeiros são cada vez mais comuns e acontecem de formas diferentes e criativas. De acordo com dados da Clearsale, empresa especializada em soluções antifraude, os golpes financeiros cresceram 53,6% em 2020. Segundo a pesquisa, o salto na utilização de e-commerces durante a pandemia é a explicação para o crescimento das fraudes. 

No estudo, foram analisadas 106 bilhões de transações digitais e, dentre essas, identificadas 3,5 milhões de tentativas de fraude. O tíquete médio das tentativas de golpe foi de R$ 1.002, o que representa o dobro do valor registrado nas transações legítimas. 

Outra pesquisa, dessa vez do Serasa Experian, mostrou que a cada 17 segundos um consumidor brasileiro é vítima de tentativa de uma fraude conhecida como roubo de identidade, em que criminosos utilizam os dados da vítima para obter crédito. 

Mas como se proteger de fraudes, seja na hora de fazer uma compra online ou realizar uma transação? Separamos 6 dicas simples para evitar esses e outros tipos de golpes financeiros. Confira. 

1 - E-mail 

Não abra e-mail ou clique em links enviados por remetentes desconhecidos. Os criminosos costumam utilizar esse tipo de artifício para oferecer vantagens como descontos em produtos, bônus, empréstimos com taxas muito menores que as praticadas no mercado etc. 

Os links ou anexos desses e-mails, normalmente, direcionam para páginas onde serão solicitadas informações pessoais ou podem conter softwares maliciosos que facilitam o acesso dos criminosos ao computador e aos seus dados. 

Lembrando que a maioria dos bancos e instituições financeiras não solicitam informações pessoais via e-mail de forma ativa. 

2 - Compras de online

As compras via e-commerce aumentaram muito durante este período de pandemia, o que também elevou o número das tentativas de fraude nessa modalidade. Mas é possível utilizar essa facilidade sem correr riscos: 

  • Confira os dados comerciais da loja onde pretende comprar: razão social, endereço, telefone e CNPJ;
  • Se estiver na dúvida, faça contato com os telefones encontrados antes de realizar a compra;
  • Pesquise em sites como Reclame aqui para verificar o que outros usuários estão falando sobre a loja;
  • O Procon também tem listas de sites que devem ser evitados por terem muitas reclamações registradas;

3 - Boletos 

Os golpes envolvendo boletos falsos também são muito comuns, justamente por esse ser um dos meios de pagamento mais utilizados pelos brasileiros. Nesse tipo de fraude, o pagamento do boleto falso direciona o dinheiro para a conta bancária do fraudador. 

O golpe é praticado de diversas formas: alteração de código de barras, criação de páginas falsas para download de boletos adulterados e envio de boletos adulterados por e-mail. 

Apesar de comum, existem algumas formas de evitar esse tipo de fraude: 

  • Atenção ao código de barras: os números devem ser exatamente iguais, tanto na parte superior como na inferior do boleto e devem conter o código do banco emissor. Para descobrir o código dos bancos acesse http://bit.ly/febrabancodigosbancos.
  • Faça downloads de boleto apenas nos canais oficiais das instituições.
  • No caso de compras em lojas online, prefira outros métodos de pagamento.
  • Confira os dados: nome do beneficiário, data de vencimento, CNPJ, razão social ou o nome fantasia.
  • Atenção aos erros de português, eles são bem comuns nos boletos fraudados.
  • Confira o valor no final do código de barras e no campo “valor do documento”.
Ilustração mostra pessoa usando capuz utilizando um notebook cercado por ícones que indicam perigo.
Fique sempre atento para evitar cair nas armadilhas dos criminosos.

4 - Empréstimos

Nesse tipo de golpe, os criminosos oferecem empréstimos com condições atrativas, como taxas muito mais baixas do que as oferecidas no mercado e utilizam as redes sociais ou o Whatsapp para fazer contato com as vítimas. 

Por isso, desconfie de contatos ativos oferecendo empréstimos. Prefira sempre fazer simulações nos sites oficiais das instituições financeiras e não pague qualquer valor solicitado antecipadamente. Instituições idôneas não costumam pedir qualquer adiantamento para conceder empréstimos.

5 - Cartão de crédito

O cartão é o tipo de crédito preferido dos brasileiros e um produto com muitos benefícios como parcelamento de itens mais caros e compras na internet. E justamente por isso, os cartões de crédito também são alvos dos fraudadores.

Algumas dicas simples podem ajudar você a aproveitar todas as vantagens sem correr os riscos: 

  • Cuide da sua senha, que deve sempre estar oculta;
  • Não peça ajuda a estranhos, não entregue seu cartão ou passe a sua senha;
  • Se possível, configure a confirmação de compras via SMS ou push;
  • Confira a sua fatura;
  • Não coloque o número do seu cartão e demais informações em sites desconhecidos;
  • Em caso de perda, furto, roubo ou caso desconfie que foi fraudado faça o bloqueio imediato.

6 - Investimentos

Prefira fazer seus investimentos diretamente nos sites ou aplicativos de instituições financeiras, que costumam ter mecanismos de segurança para essas transações. Cuidado também com ofertas mirabolantes e com promessas de rendimento muito acima da média. Criminosos costumam se utilizar desses artifícios para praticar os golpes. 

Seguindo essas dicas, você evita os principais golpes financeiros praticados e mantém o seu dinheiro seguro.

Veja também

Este site usa cookies e outras tecnologias que ajudam a personalizar o conteúdo de acordo com nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.