O Banco

Para você

Para sua empresa

Blog

Empréstimo
/ Crédito com garantia de imóvel

Empréstimo inteligente para dar fôlego ao seu negócio.

Saiba mais
2ª via do boleto

Serviços ao mercado financeiro

Saiba mais
Investimentos

Como declarar investimento em renda fixa no Imposto de Renda?

29 NOV 21
COMPARTILHE

Os investimentos em renda fixa, isentos de tributação e tributáveis, devem ser declarados na aba “Bens e Direitos” do programa da Receita Federal

Se você finalizar o ano de 2021 com títulos de investimento em renda fixa em carteira, você deve informar o valor de suas ações no programa de declaração do Imposto de Renda 2022.

Alguns investimentos de renda fixa são isentos de tributação. No entanto, o investidor ainda precisa informar o saldo das suas aplicações para a Receita Federal e evitar a malha fina. 

Leia também: O que é renda fixa e qual é o melhor investimento hoje! 

Continue neste artigo para saber quais produtos são tributáveis e isentos, e como declarar investimento em renda fixa

Informe de rendimentos financeiros

O primeiro passo antes de iniciar a sua declaração é solicitar, junto ao banco ou à corretora em que você possui as aplicações, o seu informe de rendimentos. 

Este documento é fundamental, pois nele constam todas as informações financeiras dos seus investimentos e sem ele você não conseguirá fazer a sua declaração. 

É comum que o informe de rendimentos esteja disponível para download no site ou aplicativo da instituição financeira.

Caso você possua investimentos em mais de uma instituição, terá que ter em mãos os informes de rendimento correspondentes de cada uma. 

Como declarar investimento em renda fixa isentos de IR

Ícone de uma calculadora, réguas, cartões de crédito e moedas

Os investimentos em renda fixa isentos de tributação são:

  • Poupança;
  • Letra de Crédito Imobiliário (LCI);
  • Letra de Crédito do Agronegócio (LCA);
  • Letra Hipotecária;
  • Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI);
  • Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA);
  • Debêntures Incentivadas.

Agora que você já sabe quais produtos são isentos, vamos ao passo a passo de como declarar investimento em renda fixa não tributável. Confira:

Passo 1

Ao abrir o seu programa IR, vá até a aba “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis” e clique em Novo. 

Passo 2

Em “Tipo de Rendimento” escolha o código 12, que indica: “Rendimentos de cadernetas de poupança, letras hipotecárias, letras de crédito do agronegócio e imobiliário (LCA e LCI) e certificados de recebíveis do agronegócio e imobiliários (CRA e CRI)". 

Passo 3 

Selecionado o código, no espaço “Tipo de Beneficiário”, indique quem fez o rendimento. Informe se foi feito por você ou um dos seus dependentes.

Caso você e seus dependentes tenham investimentos em renda fixa isentos, é preciso informar os valores separadamente. No caso, preencha os dados dos seus rendimentos e depois abra outra ficha para informar o do seu cônjuge, e outra para informar o de seus filhos (se houver). 

Passo 4

Indicado o beneficiário, vá em CNPJ e nome da fonte pagadora, e inclua os dados do banco ou da corretora onde está a sua carteira. 

Passo 5

Por último, inclua o valor das suas aplicações referentes ao ano 2021. No programa da Receita Federal, você deve colocar o valor total dos seus rendimentos, que aparece na última linha da coluna “Rendimentos” do seu informe de rendimentos.

Clique em OK para concluir o preenchimento da ficha. Se você possui investimentos em mais de um banco, é necessário abrir uma ficha para cada instituição e seguir o mesmo passo a passo acima. Isso também deve ser feito com seus dependentes. 

Como declarar fundo de investimento em renda fixa tributáveis

Os investimentos em renda fixa que sofrem tributação são: 

A tributação imposta em cima destes rendimentos de renda fixa está relacionada com o prazo da aplicação. Veja a seguir: 

Prazo (dias)Alíquota
Até 180 dias22,5%
181 até 360 dias20%
361 até 720 dias17,5%
Acima de 720 dias15%

Fonte: Receita Federal

A seguir, veja os passos de como declarar aplicações financeiras em fundos de investimento de renda fixa tributáveis. 

Passo 1

Selecione a aba “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva” e clique Novo. 

Passo 2

Em “Tipo de Rendimento” escolha o código 6: “Rendimentos de Aplicações Financeiras”. 

Passo 3

Selecionado o código, no espaço “Tipo de Beneficiário”, selecione quem fez o rendimento, você ou um dos seus dependentes. Abra uma aba para cada um, se eles também tiverem aplicações. 

Passo 4

Informe o CNPJ e o nome da fonte pagadora, que são os dados do banco ou corretora em que você tem os seus investimentos.

Passo 5

Em valor, insira o total de rendimentos líquidos presente no seu informe de investimentos e clique em OK para finalizar a ficha. Repita o mesmo processo para cada instituição financeira e dependentes.

Aba “Bens e Direitos”

Agora que você já sabe como declarar investimento no imposto de renda, sejam eles isentos ou tributáveis, você deverá incluí-los também na aba “Bens e Direitos”.

Nessa aba você terá que detalhar cada investimento, assim como informar os saldos em 31/12/2020 e 31/12/2021. 

Os passos são praticamente os mesmos praticados acima. 

Abra uma ficha para cada investimento e escolha o código do bem conforme a aplicação: 41, para caderneta de poupança; e 45, para aplicações de renda fixa que inclui todos os investimentos tributáveis e isentos da categoria.

Feito isso, preencha o CNPJ do investimento, que corresponde ao da fonte pagadora (banco ou corretora). Utilize o campo “Discriminação” para descrever em detalhes as aplicações: 

  • Tesouro direto: declare o tipo, a quantidade, vencimento e o nome da instituição financeira emissora do título;
  • CDB, RDB, LCI, LCA, CRI e CRA: insira o nome da instituição emissora, vencimento e taxa do título;
  • Poupança: informe nome do banco, agência e conta.

Concluída a “Discriminação”, nos campos 31/12/2020 e 31/12/2021, você precisará incluir os valores exatamente como constam no seu informe de rendimentos. 

Caso você não tenha sacado ou aplicado recursos entre um ano e outro, basta repetir o mesmo valor em 31/12/2020 e em 31/12/2021.

Os títulos públicos não devem ser atualizados com base no valor de mercado, mas sim com base no valor de aquisição dos papéis.

Se você tiver resgatado seus investimentos, coloque zero no saldo de 31/12/2021. Caso o resgate tenha sido parcial, é necessário o valor exato que consta no seu informe de rendimentos.

Para novos investimentos feitos em 2021, insira o valor zero em situação 31/12/2020 e o valor investido em 31/12/2021. 

Lembre-se: todos esses valores estarão no seu informe de rendimentos, portanto sempre o tenha em mãos. Isso porque, se você colocar alguma informação que não condiz com a apresentada no documento do seu banco ou corretora, você cairá na malha fina. 

Investimentos Banco Bari 

Ainda não tem investimentos e quer uma renda extra passiva, ou já tem aplicações e quer diversificar a sua carteira? 

No Banco Bari, você encontra aplicações em renda fixa compatível com seu perfil de investidor, dentre elas CDBs e LCIs. 

Abra sua Conta Digital e comece a investir com apenas alguns cliques. 

Veja também

Este site usa cookies e outras tecnologias que ajudam a personalizar o conteúdo de acordo com nossaPolitica de Privacidade. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.