Blog

Pix

02 set 20

Pix

Pix é revolução bancária: entenda o novo sistema de pagamentos do Banco Central

O Pix, novo meio de pagamentos do Banco Central (BC), promete ser uma revolução no sistema bancário brasileiro e você já deve ter ouvido falar dele na internet, nas redes sociais ou na TV. 

Mas você entendeu o que é e como vai funcionar esse ecossistema de pagamentos? 

Preparamos esse texto com perguntas e respostas sobre o Pix para você entrar nessa nova era bancária informado e preparado. Vamos lá? 

O que é o Pix? 

Pix é um novo sistema de pagamentos instantâneos que permitirá a realização de transferências de recursos entre pessoas, para estabelecimentos e o pagamento de contas em tempo real, 24 horas por dia, sete dias por semana e todos os dias do ano, inclusive finais de semana e feriados. 

Por aumentar a velocidade e permitir transações em qualquer dia e horário, o Pix deve promover uma maior competitividade e eficiência no mercado, baixar custos de serviços, melhorar a segurança transacional e a experiência dos usuários. 

De acordo com o BC, o Pix é pautado em sete características principais: 

  1. Disponibilidade;
  2. Velocidade,
  3. Conveniência
  4. Segurança;
  5. Ambiente aberto;
  6. Multiplicidade de casos de uso; 
  7. Fluxo de dados com informações agregadas.

Você pode conhecer melhor as etapas de liberação do sistema, consultar a regulamentação e outras informações diretamente no site do Banco Central

Como funciona na prática?

Com o Pix, o valor a ser pago ou transferido sai direto da conta do usuário pagador para a conta do usuário recebedor, seja ele uma pessoa física ou um estabelecimento, sem necessidade de intermediários. Isso reduz o tempo da transação, que será de até 10 segundos, e também zerar os custos por transação. 

Na primeira etapa da liberação, prevista para início de outubro, os usuários poderão fazer o cadastros das chaves de endereçamento nos aplicativos dos bancos onde já tem uma conta corrente ou poupança e que participarão do processo de homologação para oferecer o serviço. 

Já as transações, com liberação prevista para 16 de novembro, funcionarão de maneira bastante intuitiva e simples, acessando a área específica do Pix dentro do app do banco e preenchendo alguns poucos campos como chave da pessoa para quem deseja enviar o dinheiro e valor a ser transferido. 

Também será possível realizar pagamentos utilizando QR Codes de estabelecimentos ou de contas específicas já com valores predeterminados. 

Não será necessário instalar nenhum outro aplicativo no seu celular, tudo será disponibilizado pelos bancos que participaram dessa primeira etapa do projeto. 

O que são as chaves e como elas funcionam?

As chaves são um recurso do Pix para facilitar a identificação e melhorar a experiência dos usuários. São elas as responsáveis por dar fácil acesso às informações de cadastro. Cada usuário poderá cadastrar até cinco chaves utilizando dados como e-mail, CPF, ou número de celular. Não será possível utilizar a mesma chave em bancos diferentes. 

Uma vez cadastrado em uma instituição, a chave somente poderá ser utilizada em outra instituição mediante solicitação de descadastro na primeira. 

No entanto, será possível cadastrar, excluir, solicitar portabilidade e reivindicar titularidade de chaves, para o caso de números de telefones celulares que são trocados pelos usuários com mais facilidade. Tudo será feito dentro do app do seu banco, na área destinada ao Pix. 

Qual a diferença entre um Pix e uma TED, por exemplo?

Hoje, não é possível realizar transações bancárias fora do horário comercial, nos finais de semana ou feriados. Uma TED entre bancos diferentes, por exemplo, normalmente é compensada em um dia e se realizada no final de semana ou feriado, apenas no próximo dia útil.

O Pix vai mudar isso. Com esse sistema as transações acontecerão em tempo real, 24 horas por dia, 7 dias por semana e todos os dias do ano. 

Meu banco vai oferecer esse serviço? 

Nesta primeira etapa, apenas instituições com mais de 500 mil contas ativas eram obrigadas a participar da homologação para se adequar a oferecer o serviço no lançamento, em novembro. 

Porém, outras instituições tiveram a chance de se voluntariar para participar do processo e oferecer o Pix antecipadamente aos seus clientes. 

Foi o nosso caso. Cumprimos todas as etapas da homologação e lançaremos a nossa conta digital já com o Pix disponível no aplicativo.

O Head de Meios de pagamento do Banco Bari, Rodrigo Azevedo, escreveu um texto sobre o Pix, contando sobre a nossa participação, clique aqui para ler. 

Fiz o pré-cadastro oferecido em um dos bancos que utilizo, posso ter chaves em outros bancos? 

Sim, é possível cadastrar até cinco chaves. Você pode escolher cadastrar uma por banco ou todas em apenas uma instituição.

Ou seja, se você fez o seu pré-cadastro no banco X utilizando seu CPF, pode utilizar outro dado, como número de telefone celular ou e-mail, para cadastrar uma nova chave em outro banco.

Atenção com as tentativas de fraude

O cadastramento de chaves do Pix inicia no dia 05 de outubro, por isso, é provável que nas próximas semanas ocorram tentativas de ataques em massa de phishing. E-mails ou sms que parecem legítimos e usam diversas táticas para induzir a vítima a clicar em links falsos que na verdade direcionam para ambientes desconhecidos e prejudiciais. 

Fique atento! Não clique em links desconhecidos e sempre confirme com seu banco, utilizando os canais oficiais de atendimento, antes de fazer qualquer procedimentos ou informar dados pessoais. 
Se quiser saber outras dicas para evitar fraudes financeiras, clique aqui.

E aí, deu para entender melhor como funciona o Pix?

Se você ficou com alguma dúvida, manda para a gente aqui nos comentários e não esqueça de acompanhar as nossas postagens por aqui e também seguir Banco Bari nas redes sociais. Nos próximos dias, vamos postar várias pílulas de informação sobre o Pix.

Recomendações

Comentários

Mais posts

Atrasos e dívidas

Atrasos e dívidas: quais contas eu priorizo para pagar primeiro?

Atrasos e dívidas: o post de hoje dedica-se a descrever aquele cenário que ninguém deseja: não sobrou dinheiro para pagar […]

Ler mais
Reforma em apartamento

Reforma em apartamento: 9 dicas para você fazer a sua com mais tranquilidade

Reforma de apartamentos – Realizar reformas é sempre complicado e sem um bom planejamento, pode gerar gastos acima do previsto […]

Ler mais
CET

Glossário Financeiro – O que é CET?

Nosso Glossário Financeiro, hoje, dedica-se a explicar o CET, uma sigla ligada a produtos de crédito como financiamentos, empréstimos, cheque […]

Ler mais

Atenção!

O Banco Bari alerta que não exige depósito prévio a título de fiança, seguro ou taxa de cadastro para concessão de empréstimos aos seus clientes.

Em cumprimento à Circular 3.991 do Banco Central de 19/3/2020 e seguindo as diretivas preventivas incentivadas pelas autoridades durante a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), informamos aos nossos clientes que o atendimento público presencial estará suspenso por tempo indeterminado.

Durante esse período, pedimos aos nossos clientes que utilizem nossos canais digitais de atendimento:
Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC)
4007-2888 (capitais e regiões metropolitanas)
0800-007-1777 (demais localidades)
41 98775-7044 (whatsapp)
ajuda@bancobari.com.br