O Banco

Para você

Para sua empresa

Blog

Empréstimo
/ home equity

Crédito com garantia de imóvel para você usar como quiser.

Saiba mais
2ª via do boleto

Serviços ao mercado financeiro

Saiba mais
Educação Financeira

Um passo de cada vez: equilíbrio é a palavra-chave para as suas finanças.

20 MAI 20
COMPARTILHE

Dica de ouro para finanças equilibradas: suas despesas precisam estar adequadas às suas receitas. 

Para começar esta conversa, vamos lembrar de quando estudávamos física? Um sistema entra em equilíbrio quando as forças opostas têm uma mesma intensidade e, desta forma, anulam-se. 

Trazendo para nossa realidade, a grande dica para você ter uma boa saúde financeira é achar o ponto de equilíbrio de suas finanças. Em síntese: você não deve gastar mais do que ganha. 
 

Realidade brasileira

O fato não é realidade para a maioria. Em pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito, 60% dos respondentes alegaram que não sobra dinheiro no fim do mês. Ou seja, eles têm mais gastos do que podem pagar. 
 

Controle Financeiro

Dessa forma, a conquista do equilíbrio financeiro passa por um estudo aprofundado de sua real situação e necessita de um instrumento que já tratamos aqui neste blog: um controle financeiro. Neste controle é fundamental relatar todas as suas fontes de renda e todas as suas despesas.
 

A qualquer sinal de que suas despesas são maiores do que suas receitas, você deve acender um sinal de alerta e estudar quais são suas prioridades financeiras e quais gastos eventuais podem ser diminuídos. 
 

Pode parecer um processo doloroso, afinal, ninguém quer abrir mão de gastos rotineiros, principalmente aqueles que possam estar relacionados a coisas que nos trazem prazer.

Mas, uma das dicas da maioria dos educadores financeiros, é que saibamos viver um degrau abaixo de nossas condições financeiras. E isto pode ser feito sem sacrifícios, porém, com planejamento. 
 

Ajustando os gastos

Adeque seus gastos supérfluos diminuindo-os. Você não precisa, necessariamente eliminar estar gastos, mas sim reduzir para que eles caibam no seu orçamento.

Busque possíveis economias ao descartar serviços de assinatura que você não esteja utilizando, ao se comprometer ao gastar menos nas idas ao supermercado. Estipule metas de redução nas contas fixas de água, luz e telefone. E, principalmente, planeje muito bem antes de adquirir novos produtos. 

Grana extra

Outra solução, é mexer na outra ponta: nas receitas. Você consegue, de alguma maneira aumentar sua renda?

Vender coisas que não usa, prestar serviços extras ou produzir algo que possa oferecer a outras pessoas?

Neste caso, se conseguir elevar sua renda, tente não elevar também seus gastos, guardando o valor a mais que está recebendo agora pensando no futuro. 
 

Que tal começar agora a pensar em seu equilíbrio financeiro? Conte pra nós, nos comentários, quais medidas você se compromete a fazer para conquistar ou manter o seu equilíbrio financeiro?
 

Veja também

Este site usa cookies e outras tecnologias que ajudam a personalizar o conteúdo de acordo com nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.