O Banco

Para você

Para sua empresa

Blog

Empréstimo
/ home equity

Crédito com garantia de imóvel para você usar como quiser.

Saiba mais
2ª via do boleto

Serviços ao mercado financeiro

Saiba mais
Investimentos

Quais são os principais investimentos sem imposto de renda?

18 OUT 21
COMPARTILHE

Investimentos de renda fixa isentos de tributos são uma alternativa para aqueles que estão começando agora no mundo das aplicações financeiras ou querem diversificar a sua carteira


Investir tem sido uma alternativa muito buscada por aqueles brasileiros que querem aumentar seu patrimônio por meio de uma renda passiva. 

E para quem é novo no mundo das aplicações, opções de investimento sem Imposto de Renda (IR) tem sido um grande atrativo. Geralmente, porque eles envolvem menos burocracia, além de, claro, deixar a rentabilidade toda com o investidor.

Os investimentos isentos de Imposto de Renda não somente aumentam os ganhos dos investidores, mas também são utilizados para estimular o fluxo de recursos em uma área específica. 

É o caso, por exemplo, do agronegócio. Os investimentos nesse setor, quais sejam, Letras de Crédito do Agronegócio (LCAs) e Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs), não são tributáveis. 

A poupança também é um investimento sem cobrança de imposto de renda, porém é considerada como uma das aplicações menos rentáveis entre as alternativas. 

Prós e contras de investimentos isentos

Investimentos sem pagar imposto de renda acabam sendo mais vantajosos para quem quer investir a curto prazo. Isso porque a alíquota de IR para investimentos de até 180 dias é 22,5%, enquanto que para acima de 720 dias é de 15%.  

Além disso, é importante considerar o seu perfil de investidor

Para aqueles que têm um perfil mais agressivo e não se importam de correr riscos, aplicações de renda fixa isentas de IR podem ser uma desvantagem. Procure investir em produtos tributáveis, mas com uma boa rentabilidade.

Já se o seu perfil de investidor for conservador, ou você é iniciante, investimentos de renda fixa sem Imposto de Renda são os ideais. 

Investimento sem Imposto de Renda

Investimentos isentos de IR estão disponíveis para qualquer investidor e são boas alternativas para quem quer investir com segurança e uma boa rentabilidade. 

Se você é novato no mundo dos investimentos ou quer diversificar sua carteira, existem sete produtos de investimento sem Imposto de Renda que podem te ajudar nessa missão. Confira!

ícone de uma mulher tocando uma tela gigantesca de um computador. Na tela há gráficos e o símbolo $ em uma moeda

1. LCI e LCA

Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) são dois rendimentos de renda fixa bem parecidos. O que muda: no primeiro o foco do investimento são os empreendimentos imobiliários; no segundo, o agronegócio. 

O imposto não incide sobre nenhum dos dois, e ambos possuem uma boa rentabilidade. São títulos lastreados emitidos por instituições financeiras para reunir recursos para financiar iniciativas imobiliárias (LCI) e operações do agronegócio (LCA).

Ao comprar esses títulos, os investidores estão emprestando dinheiro aos bancos por um determinado período. Vencido os títulos, eles então recebem o investimento por uma taxa de juros acordada durante a negociação.

Tanto a LCI, quanto a LCA, possuem garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC). Portanto, caso o banco em que os títulos foram comprados entre em falência, o investidor receberá seu investimento com segurança com limite de até R$250 mil por CPF ou CNPJ por instituição.  

2. CRI e CRA

Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI) e Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA) são indicados para quem tem um pouco mais de conhecimento sobre o mundo dos investimentos e quer investir a longo prazo. 

Ambos são emitidos por securitizadoras que transformam dívidas em títulos lastreáveis. CRI são títulos de crédito concedidos para o financiamento de iniciativas no setor imobiliário; CRA, para o agronegócio.

As securitizadoras também são as responsáveis por repassar o valor aplicado aos investidores no momento do vencimento desses títulos.

3. Fundos imobiliários

Os fundos imobiliários, ou FIIs, são uma forma indireta de se investir no mercado imobiliário sem ter que comprar um imóvel. 

Ao comprar um fundo imobiliário, você estará investindo em uma espécie de cota na aquisição de empreendimentos imobiliários, como é o caso de galpões, shoppings, centros comerciais, entre outros.

O investidor, ou cotista, acaba tornando-se uma espécie de sócio para esses empreendimentos. A rentabilidade do investimento, que é parte do lucro dos aluguéis, é então proporcional à cota investida.

A liquidez é considerada uma das principais vantagens desse produto de investimento, pois é mais fácil vender uma cota do que um imóvel.

No entanto, para que os FIIs sejam isentos de imposto é necessário:

  • Ser negociado na bolsa de valores;
  • Ter no mínimo 50 cotistas;
  • Investidor não pode adquirir mais de 10% das cotas.

4. Debêntures incentivadas

As debêntures incentivadas são títulos comercializados por empresas que precisam de recursos para projetos de infraestrutura como portos, rodovias e aeroportos. 

Ao comprar esses títulos, o investidor está emprestando dinheiro a essas empresas de capital aberto. Sendo que o valor investido é recebido de forma corrigida no resgate dos títulos. 

As debêntures possuem uma boa liquidez para o investidor. Além disso, o pagamento dos rendimentos é informado no momento em que os títulos são emitidos. 

Por ser um setor que possui benefício fiscal do Governo Federal, as debêntures são isentas de IR e IOF.

5. Venda de ações de até R$20 mil

Se você é um investidor moderado ou agressivo já deve investir na bolsa de valores.

Saiba que vendas de ações de até R$20 mil por mês são isentas de tributos. Apenas os ganhos com vendas acima desse valor estão sujeitos à alíquota de 15% de imposto de renda.

Caso esteja começando, ao comprar ações na bolsa de valores você se torna acionista de uma empresa que possui capital aberto e que precisa vender títulos para levantar recursos.

As ações costumam ter uma alta rentabilidade para os investidores. Mas, fique atento! Fundos de ação, operações day-trade e ETF de ações são tributáveis.

Invista com o Banco Bari

Abra a sua conta digital no Banco Bari e comece a investir. A conta permite que o investidor aplique em renda fixa em um ambiente seguro, com no mínimo R$50.

Nossos produtos de investimento em renda fixa incluem: 

  • Letra de Crédito Imobiliário (LCI);
  • Certificado de Depósito Bancário (CDB).;
  • Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI).

O aplicativo do Banco Bari também oferece toda a praticidade na hora de investir e de controlar suas aplicações.

Para ter acesso, basta baixar o aplicativo disponível para sistemas Android e iOS. A conta digital também é gratuita e para cadastrá-la basta o CPF e uma foto do RG ou CNH do investidor. Conta liberada, é só começar a investir!

Conheça a Multiconta digital do Banco Bari!

 

Veja também

Este site usa cookies e outras tecnologias que ajudam a personalizar o conteúdo de acordo com nossaPolitica de Privacidade. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.