O Banco

Para você

Para sua empresa

Blog

Empréstimo
/ home equity

Crédito com garantia de imóvel para você usar como quiser.

Saiba mais
2ª via do boleto

Serviços ao mercado financeiro

Saiba mais
Educação Financeira

Como declarar empréstimo com garantia de imóvel

24 FEV 22
COMPARTILHE

Você sabe como declarar empréstimo com garantia de imóvel? Nessa modalidade, a dívida não entra como ônus, mas sim como bens e direitos. Entenda por que deve ser feito dessa forma e quais detalhes devem ser observados ao declarar empréstimo com garantia de imóvel.

 

Todo começo de ano é a mesma coisa: você precisa se preparar para apresentar a declaração de Imposto de Renda (IR). Esse momento gera muitas dúvidas e uma delas é: como declarar empréstimo com garantia de imóvel?

Se você está nessa situação, saiba que existem passos específicos a seguir. Caso contrário, você pode cair na malha fina e o Leão vai abocanhar uma parte do seu dinheiro.

Para evitar esse problema, criamos este post com o passo a passo de como fazer a declaração de refinanciamento imobiliário. Assim, você já se prepara para o momento de preencher o formulário. Aproveite e confira as etapas.

O que é o empréstimo com garantia de imóvel?

O empréstimo com garantia de imóvel — também chamado de refinanciamento ou home equity — é uma linha de crédito em que você fornece uma propriedade como garantia. Em troca, obtém até 60% do seu valor venal, com taxas de juros a partir de 085% ao mês e até 15 anos para pagamento da dívida.

O dinheiro pode ser usado para qualquer finalidade. Por exemplo, reformar ou mobiliar a casa, pagar contas, comprar um veículo, abrir um negócio ou fazer uma viagem. Enquanto o débito estiver em aberto, o imóvel fica alienado.

Ou seja, ele passa para a propriedade do credor no processo de alienação fiduciária. Enquanto isso, você pode utilizá-lo. Assim que quitado, os documentos são atualizados para que posse e propriedade sejam seus. Ou seja, o nome da instituição financeira é retirado.

Como declarar empréstimo com garantia de imóvel?

Icone de uma casa, uma calculadora e uma prancheta, representando a declaração de empréstimo com garantia de imóvel

Agora que você entendeu o que é esse tipo de empréstimo, chega o momento de ver o passo a passo para fazer a declaração do IR. Entenda o que fazer:

  • Acesse o programa da Receita Federal e entre na aba “Bens e Direitos”;
  • Clique em “Novo” para adicionar uma informação;
  • Insira o valor quitado no financiamento. Aqui, não interessa o valor do bem atualizado. Se o empréstimo com garantia de imóvel já tiver sido declarado no ano anterior, as parcelas pagas devem ser somadas ao valor declarado antes;
  • Indique os detalhes do empréstimo. Especialmente, que é do tipo home equity, qual foi o valor da entrada, o total de parcelas e quantas já foram pagas.

Se o empréstimo tiver sido quitado no ano anterior, preencha o formulário da mesma forma. O que vai mudar é o valor total pago.

Quais cuidados ter ao declarar o empréstimo com garantia de imóvel?

O primeiro ponto de atenção é que o empréstimo com garantia é uma linha diferente de crédito. Como o bem está sendo refinanciado, ele não deve ser declarado na ficha “Dívidas e Ônus Reais”. Ele sempre deve ser incluído em “Bens e Direitos” seguindo os passos anteriores.

Além disso, você precisa incluir o código referente ao bem. Se for apartamento, é 11. Se for casa, é 12. Ainda coloque informações como endereço, matrícula do imóvel e área.

Por fim, o valor das parcelas já quitadas deve ser acrescentado no campo “Situação em 31/12” do ano atual.  O mesmo campo referente ao ano anterior deve ficar zerado, se o empréstimo foi contratado no ano atual ou repetir o valor descrito na declaração anterior.

Como declarar refinanciamento de empréstimo?

O processo de declaração é a inclusão do bem na ficha “Bens e Direitos”, com inclusão do valor total já pago. Assim, fica claro que existe essa dívida e que o bem está alienado.

Como declarar empréstimo com garantia de veículo?

Da mesma forma que o home equity, a declaração de empréstimo com garantia de veículo deve ser incluída na ficha “Bens e Direitos”, com a informação do valor total já quitado. Ainda é preciso trazer detalhes do crédito, como:

  • Tipo de empréstimo;
  • Valor de entrada;
  • Total de parcelas;
  • Quantidade de prestações quitadas;
  • Marca;
  • Modelo e ano do automóvel;
  • CPF ou CNPJ do vendedor.

Como declarar empréstimo com garantia do FGTS?

O empréstimo com garantia do FGTS consiste na antecipação do saque-aniversário. Nesse caso, você adianta os valores que tem a receber nessa modalidade do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. Para declarar, é preciso realizar os seguintes passos:

  • Acesse a ficha “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”;
  • Clique em “Novo” para incluir a informação;
  • Selecione o código “4 – Indenizações por rescisão de contrato de trabalho”;
  • Escolha o tipo de beneficiário, que pode ser titular ou dependente;
  • Informe o CNPJ da fonte pagadora, que é a Caixa Econômica Federal. Confira qual é o número correto no extrato do FGTS para evitar divergências, já que a CEF tem vários CNPJs;
  • Digite o valor recebido como antecipação do FGTS.

Como declarar empréstimo de pai para filho no Imposto de Renda?

Nesse caso, a declaração deve ser feita na ficha “Bens e Direitos”, com o CPF e o nome completo de quem recebeu o empréstimo. O código a utilizar é o “51 – Crédito decorrente de empréstimo”. Por sua vez, o filho deve declarar o crédito recebido na ficha “Dívidas e Ônus”. Ele deve utilizar o código “14 – Pessoas físicas”.

Com todas essas dicas, você já sabe como declarar empréstimo com garantia de imóvel. Além disso, ainda viu outras informações, que ajudarão a tornar o processo de regularização com a Receita Federal muito mais simples.

Quer aproveitar para saber mais sobre o IR? Veja 4 dicas de como usar a restituição do Imposto de Renda.

Veja também

Este site usa cookies e outras tecnologias que ajudam a personalizar o conteúdo de acordo com nossaPolitica de Privacidade. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.