O Banco

Para você

Para sua empresa

Blog

Empréstimo
/ home equity

Crédito com garantia de imóvel para você usar como quiser.

Saiba mais
2ª via do boleto

Serviços ao mercado financeiro

Saiba mais
Planejamento Financeiro

Como conseguir crédito: conheça as opções do mercado e conquiste seus sonhos

15 MAR 21
COMPARTILHE

Quais são as melhores alternativas para conseguir o seu empréstimo pessoal?

Você quer saber como conseguir crédito? Essa é uma das principais dúvidas que surgem na mente de quem precisa de dinheiro, o que pode ser feito por vários motivos, de pagar contas atrasadas a conseguir realizar algum sonho.

De acordo com uma pesquisa do SPC Brasil e da CNDL, feita com 601 consumidores de todas as regiões brasileiras, com idade igual ou maior a 18 anos, as principais finalidades dos empréstimos pessoais ou consignados são as seguintes:

  • Pagamento de dívidas (37%);
  • Pagamento de contas básicas, como aluguel, condomínio, luz, telefone e escola (21%);
  • Compra ou troca de carro (16%);
  • Reforma de casa ou apartamento (14%);
  • Compra de mantimentos para casa (12%);
  • Realização de viagens (9%).

Como mostra a pesquisa, as motivações são muitas, e seja qual for a sua, saber como conseguir crédito é muito importante para te ajudar com o que você precisa.

A mesma pesquisa mostra que entre os brasileiros que possuem algum empréstimo, 62% recorreram aos bancos, 51% ao consignado e 28% às financeiras.

Porém, qual será a melhor oportunidade para fazer um empréstimo? Será que a opção escolhida pela maioria é realmente a mais indicada, ou existem outros meios financeiramente melhores para conseguir um empréstimo?


Se você também tem essas e outras dúvidas, fique tranquilo, pois acabou de vir ao lugar certo! Continue a leitura para entender mais sobre o assunto e saber o que fazer para conquistar seu crédito.

Veja também: Como pagar suas dívidas e ainda ficar com uma sobra

 

Quais são os principais tipos de crédito?

Existem muitas opções no mercado, com condições, valores e juros que variam entre si. As principais são as seguintes:

 

Cartão de crédito

Embora o dinheiro não vá diretamente para a sua conta, o cartão é uma forma bem conhecida de crédito. De acordo com o Banco Central, havia 123 milhões de cartões de crédito ativos no final de 2019, número um pouco menor que os 132 milhões de cartões de débito ativos.

Os cartões de crédito são uma boa alternativa para casos em que você deseja comprar um item de maior valor sem ter que pagar tudo de uma vez. É preciso, porém, tomar cuidado com as faturas: como o dinheiro não sai da sua conta no momento da compra, isso pode fazer com que você se enrole com as finanças.

Ao observar as taxas do cartão de crédito rotativo, no site do Banco Central do Brasil, vemos que os juros mensais podem superar os 20%, com juros anuais que passam de 840%. Por isso, todo cuidado é pouco.

 

Cheque especial

O cheque especial é uma linha de crédito pré-aprovada que geralmente é usada automaticamente quando o saldo da conta corrente não é suficiente para cobrir os débitos. Então, ao invés de a conta ficar “negativa”, o cheque especial entra em cena como um empréstimo automático.

Um levantamento da CNDL e do SPC Brasil mostrou que 20% dos brasileiros usaram o cheque especial pelo menos uma vez nos 12 meses anteriores à pesquisa. As taxas do cheque especial, também de acordo com o BC, podem superar os 8% ao mês e os 155% ao ano.

 

Empréstimo com garantia

Quando se fala em juros baixos, poucas opções são tão vantajosas quanto os empréstimos com garantia. Como o nome dá a entender, o cliente oferece como garantia um de seus bens à instituição financeira, como imóvel ou veículo, por exemplo, e consegue juros menores por conta disso.

Resumidamente, os juros caem porque a instituição financeira tem uma garantia para aquela operação, o que reduz os riscos. Para consegui-lo, basta que o bem em questão esteja em nome de quem contrata o empréstimo.

A taxa de juros depende de uma série de fatores, como o valor do bem e quanto se deseja tomar emprestado, mas ela pode ficar abaixo de 3% com garantia em veículo e abaixo de 1% com garantia em imóvel.

 

Empréstimo consignado

O empréstimo consignado tem como garantia a forma de pagamento do cliente, como o salário de quem tem carteira assinada ou a aposentadoria do INSS para quem já se aposentou, entre outras possibilidades. Logo, ele também acaba sendo um empréstimo com garantia, não em um bem, mas sim na fonte de renda.

No site do Banco Central, você pode verificar os juros do empréstimo consignado do INSS, para funcionários públicos e para funcionários de empresas privadas, com taxas que partem de menos de 1% ao mês e vão até pouco mais de 4% ao mês.

 

Empréstimo pessoal

O empréstimo pessoal é a forma de crédito mais usada pelos brasileiros, como mostrou a pesquisa no início deste artigo. Geralmente, os juros são maiores justamente pelo fato de que a instituição financeira não tem nenhuma garantia para conceder o crédito.

De acordo com o Banco Central, as taxas do empréstimo pessoal podem superar os 26% em determinadas instituições, enquanto ficam em menos de 3% em outras. Isso, porém, depende da capacidade de pagamento de cada cliente, bem como do valor que será emprestado e do seu score, por exemplo.

Hoje em dia, é possível encontrar empréstimo pessoal online, o que facilita e agiliza o processo. Inclusive, existe também a oferta de empréstimo pessoal na hora, mas é importante se atentar às condições da proposta para não fechar um mau negócio.

Você pode gostar de ler sobre: Cartão de crédito negado? Veja os principais motivos

 

Financiamento

Quando se quer adquirir um bem de maior valor, como imóveis ou automóveis, o financiamento desponta como uma excelente alternativa. Além de prazos de pagamento mais longos, os juros também são vantajosos quando comparados a outras modalidades, pois o próprio bem costuma ser usado como garantia.

Um levantamento do SPC Brasil e da CNDL mostrou que 16% dos brasileiros contrataram algum tipo de financiamento nos 12 meses anteriores à pesquisa, o que mostra como essa é uma alternativa comum para o brasileiro.

Os juros dependem do valor financiado e de quanto será a entrada, entre outros fatores, mas é possível encontrar opções com menos de 7% ao ano para financiamentos imobiliários. Para financiamentos de veículos, os juros costumam ser maiores, já que o valor do bem é menor.

É possível encontrar empréstimo pessoal online, o que facilita e agiliza o processo.

 

Refinanciamento

Por último, mas não menos importante, o refinanciamento surge como uma boa alternativa para quem já tomou algum crédito na instituição financeira, mas quer renegociar a dívida com a mesma instituição, seja para conseguir juros mais baixos ou para prolongar o prazo de pagamento, por exemplo.

Porém, é importante se atentar bem às condições do refinanciamento, de modo a fechar negócio apenas se elas realmente forem vantajosas.

 

Afinal, como conseguir crédito mais barato?

Em meio a tantas oportunidades que surgem, como empréstimo online urgente e empréstimo pessoal na hora, é importante prestar bastante atenção para ter certeza de que aquele é o melhor negócio para você.

Quando se fala em empréstimo pessoal, simulação de valores é uma boa opção. Assim, você pode comparar as propostas de diferentes bancos e instituições financeiras e saber, de fato, qual tem as melhores condições.

Seja qual for a forma de crédito escolhida, atente-se aos detalhes, especialmente às taxas de juros, para fazer uma comparação minuciosa e, assim, optar por aquela mais vantajosa ao seu bolso.

Inclusive, como as condições das modalidades de crédito variam de acordo com cada pessoa, pode ser que você consiga propostas mais interessantes em uma determinada linha de crédito do que outra pessoa, por exemplo. É por isso que comparar é tão importante.

Viu como conseguir crédito é menos complicado do que pode parecer? Basta conhecer as opções disponíveis e comparar as propostas para sempre escolher o que é melhor para o seu bolso. Além de entender que ter uma garantia ao seu favor ajuda muito a conseguir juros mais baixos.

Você ainda ficou com alguma dúvida? Se sim, deixe aqui nos comentários – ficaremos muito felizes em responder. Obrigado pela companhia e até a próxima!

Veja também

Este site usa cookies e outras tecnologias que ajudam a personalizar o conteúdo de acordo com nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.