O Banco

Para você

Para sua empresa

Blog

Empréstimo
/ home equity

Crédito com garantia de imóvel para você usar como quiser.

Saiba mais
2ª via do boleto

Serviços ao mercado financeiro

Saiba mais
Financeiro (Empresas)

Como calcular o valor do empréstimo para capital de giro?

29 JUL 21
COMPARTILHE

O empréstimo pode ser uma opção para quem está no vermelho ou quer expandir o negócio

A saúde financeira do negócio é um dos conhecimentos básicos para todo empreendedor.

Isso vale para todas as empresas, de pequeno a grande porte, já que a falta de recursos financeiros pode levar à falência. 

Por isso, é fundamental entender o conceito de empréstimo para capital de giro e saber como calculá-lo para garantir a funcionalidade e o sucesso da sua empresa. 

Empréstimo para capital de giro

Assim como para equilibrar as finanças da sua empresa é necessário um bom planejamento, para solicitar um empréstimo não seria diferente. 

É importante pesquisar os melhores juros disponíveis no mercado e não fazer dessa prática algo frequente na sua empresa, principalmente se você está no vermelho. 

O empréstimo para capital de giro pode ser usado não somente para pagar contas e dívidas, mas também para expandir e aumentar a capacidade do seu negócio.

Empresas pequenas e microempreendedores, por exemplo, no início do negócio, acabam tendo mais gastos do que ganhos e recursos extras são necessários para impulsionar a empresa. O empréstimo, nestes casos, pode ser uma boa opção. 

O empréstimo para MEI, por exemplo, é indicado para microempreendedores que querem alavancar as vendas da empresa, pois, geralmente, é menos burocrático e possui taxas de juros menores do que as do mercado. 

A maioria das instituições financeiras oferecem empréstimos, portanto, vale a pena conversar com o gerente do banco que a sua empresa possui conta para verificar as melhores opções oferecidas.

Fintechs ou empresas de contratação online podem ser outra alternativa para quem quer um empréstimo de capital de giro com as melhores condições. Elas costumam ser as intermediárias entre clientes e grandes instituições financeiras.

Além disso, as fintechs de créditos autorizadas pelo Banco Central chegaram como mais uma opção para empréstimo. 

É o caso da Sociedade de Crédito de Pessoas (SEP) que faz a intermediação entre tomadores de crédito e investidores, e a Sociedade de Crédito Direto (SCD) que faz empréstimo sem o envolvimento de instituições financeiras.

Também é possível garantir seu empréstimo por meio do financiamento. Esse recurso é muitas vezes solicitado por empresários, já que os pagamentos acontecem a longo prazo e as taxas de juros são pré-fixadas. 

Porém, o financiamento requer garantias reais de pagamento, como bens e imóveis, o que não é o caso de um empréstimo comum. 

Qualquer forma de empréstimo deve ser tomada com cautela, para que a empresa não acumule mais dívidas caso não possa cumprir com prazos e pagamentos.

O conceito de capital de giro e como calcular

Esse capital equivale aos recursos financeiros que a empresa dispõe para arcar com os custos operacionais do negócio. Portanto, essa quantia é fundamental para o funcionamento e o sucesso de uma empresa.

O ativo compreende bens e dinheiro e está disponível no caixa da empresa, em contas bancárias, em investimentos de alta liquidez -, que podem ser resgatados a qualquer momento - pagamentos a receber, etc. 

Relacionado à saúde financeira do negócio, o capital de giro proporciona:

  • Pagamento de fornecedores, matéria-prima ou mercadorias;
  • Pagamento de impostos e outras despesas fixas, como aluguel, água, luz e internet;
  • Pagamento dos funcionários;
  • Compra de estoque;
  • Recursos para cobrir o financiamento dos clientes (em vendas a prazo).

Para que sua empresa mantenha um bom montante de recursos para manter o negócio em operação, é necessário muito planejamento, que envolve o conhecimento detalhado de custos a curto e longo prazo, bem como o retorno de lucro para seu caixa. 

Além disso, utilizar o dinheiro das vendas para garantir a quantia necessária para pagar as despesas fixas é arriscado e pode levar à falência do seu negócio. 

O ativo também garante que a empresa terá recursos suficientes para fechar as contas em períodos de menor movimento e de queda nas vendas. 

Veja também: 5 dicas para reerguer seu negócio depois da pandemia

ilustração de uma mulher sentada em cima de calculadora mexendo em computador ao lado de uma prancheta e uma pasta
Planejar a sua empresa e definir corretamente o capital de giro ajudam a manter o seu negócio próspero e em ordem

Por esta razão, é importante manter essa reserva e saber como calculá-la para não ter surpresas no fechamento do mês. 

A equação do capital de giro é simples e consiste na diferença entre os recursos disponíveis em caixa e a soma das despesas e contas a pagar. 

Feito isso, você já terá o valor exato para manter sua empresa ativa por um certo período.

Tipos de capital de giro

Agora que você já sabe o que é esse recurso, veja a seguir os diferentes tipos de capital de giro:

Próprio: se refere ao capital que a empresa tem disponível para uso imediato, sem a necessidade de empréstimos;

Líquido: se refere aos recursos financeiros da empresa, exceto bens e imóveis;

Negativo: se refere a situações em que os recursos disponíveis não são suficientes para pagar as despesas da empresa; 

Referente a Investimentos: capital que será destinado a cobrir os gastos que a empresa adquire ao fazer certos investimentos, como empréstimo para reformas, aquisição de equipamentos, etc.  

Como garantir a saúde financeira da sua empresa

Calcular as reservas financeiras da sua empresa não é suficiente. É necessário planejamento e algumas medidas para que esse capital não caia no negativo e impacte as operações do seu negócio.  

É importante diminuir custos supérfluos e ficar atento ao fluxo de caixa. Muitas empresas vão à falência por não conseguirem controlar o capital de giro.

Além disso, usar esse ativo para cobrir alguma despesa e depois não repô-lo é muito perigoso e pode comprometer a saúde financeira da sua empresa. Por esta razão, controle atentamente suas finanças.

Negociar com fornecedores opções de pagamento que beneficiem o seu negócio também é outra dica que pode aliviar suas contas no fechamento.

Porém, se seu capital está no vermelho e você precisa administrar as dívidas, talvez seja o momento de pedir um empréstimo.

Crédito no Banco Bari 

Pensando em realizar um empréstimo para capital de giro? O Banco Bari oferece taxas e parcelas que cabem no seu bolso. 

E se você ainda não é cliente, abra sua conta e aproveite todas as condições do Banco Bari. 

Veja também

Este site usa cookies e outras tecnologias que ajudam a personalizar o conteúdo de acordo com nossaPolitica de Privacidade. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.