O Banco

Para você

Para sua empresa

Blog

Empréstimo
/ home equity

Crédito com garantia de imóvel para você usar como quiser.

Saiba mais
2ª via do boleto

Serviços ao mercado financeiro

Saiba mais
Educação Financeira

Quais os principais tipos de empréstimo?

07 FEV 22
COMPARTILHE

Existem diferentes tipos de empréstimo para pessoas físicas e jurídicas. Alguns dos principais são o crédito pessoal, o consignado, o home equity e o financiamento imobiliário


 

Já aconteceu de você precisar de um ou mais empréstimo? Se sua resposta é “sim”, é provável que tenha ficado em dúvida sobre qual é a melhor alternativa. Afinal, há tantas opções que pode ser difícil encontrar aquela que apresenta o melhor custo-benefício.

Aqui, não há segredos. O ideal é avaliar a sua necessidade, entender o que precisa e comparar as características dos diferentes tipos de empréstimos. Dessa forma, é possível tomar a decisão mais acertada.

Inclusive, as linhas de crédito podem ser usadas para abrir um negócio — um dos principais desejos dos brasileiros. Isso é o que demonstra um relatório da Global Entrepreneurship Monitor (GEM). Segundo o levantamento, 75% da população quer empreender até 2023. Isso representa cerca de 50 milhões de pessoas.

Você também quer entrar nessa? Então, saiba que existem vários tipos de empréstimos para pessoa jurídica e física. Neste post, vamos apresentar os principais. Confira!

Quais os principais tipos de empréstimos existentes hoje no Brasil?

Quando se fala em principais tipos de empréstimo, é preciso saber que existem várias possibilidades. Algumas linhas de crédito são mais caras, outras apresentam melhor custo-benefício.

Ainda há aquelas voltadas para quem precisa de uma quantia maior — ideais para quem está começando um negócio e ainda não consegue fazer uma contratação via CNPJ. Por isso, existe uma grande variedade de opções, disponíveis para todos os tipos de orçamentos e demandas.

Então, que tal saber quais os tipos de empréstimo mais importantes no Brasil? Listamos a seguir!

ilustração de um homem apontando para um papel com o símbolo de porcentagem %. Ao lado, outro homem escreve no mesmo papel, que está colado à frente de um notebook. Há símbolos de $ e moedas ao redor deles

1. Empréstimo pessoal

Essa modalidade é voltada para pessoas físicas, mas o dinheiro pode ser usado para qualquer finalidade. É uma alternativa mais simples, mas nem sempre tem as taxas mais atrativas.

Quem determina a taxa de juros aplicada é a instituição financeira. Em média, ela fechou em 6,38% ao mês em outubro de 2021. Somada a ela, existem alguns encargos. Por isso, o ideal é sempre procurar o Custo Efetivo Total (CET), que abrange todos os valores.

O banco também define quais são os prazos de pagamento e o valor máximo para contratação. Para solicitar, você precisa apresentar seus documentos pessoais e comprovantes de renda e endereço. Será feita uma análise de crédito.

Devido às suas características, os tipos de empréstimo pessoal são indicados para quem precisa de pouco dinheiro com rapidez. Ainda assim, vale a pena pesquisar os bancos para escolher aquele com melhores taxas.

2. Empréstimo consignado

Essa linha de crédito é diferente, porque tem a quitação das parcelas vinculada a uma folha de pagamento. Por isso, é específico para quem é:

  • Servidor público municipal, estadual ou federal;
  • Pensionista;
  • Aposentado;
  • Integrante das Forças Armadas;
  • Trabalhador com carteira assinada em uma empresa parceira da instituição financeira.

Apesar dessa limitação, a vantagem é a taxa de juros baixa. Inclusive, os tipos de empréstimo consignado estão entre os mais atrativos do mercado. Para ter uma ideia, o teto é de 2,14%. Ou seja, esse é o máximo que pode ser cobrado.

Outros benefícios são a facilidade de contratação e de pagamento, já que as prestações são descontadas diretamente da folha de pagamento. Além disso, o prazo para quitação é longo.

Para receber a aprovação do crédito, é preciso ter margem consignável. Esse é o percentual máximo da sua renda que pode ficar comprometida. Cumprindo esse pré-requisito, basta apresentar seus documentos pessoais e de remuneração para a instituição financeira. Assim, seu perfil passará pela análise de crédito.

O dinheiro pode ser usado para qualquer finalidade. Por esse motivo, o consignado é um dos tipos de empréstimo mais contratados no Brasil.

3. Home equity

Também conhecido como crédito com garantia de imóvel ou refinanciamento, é um dos tipos de empréstimos para pessoa física e jurídica. Pelo menos, existem instituições financeiras que oferecem as duas possibilidades.

Essa é uma linha de empréstimo bem mais flexível e ideal para quem precisa de uma quantia maior. Por isso, é indicado para as pessoas que desejam empreender, aumentar o capital de giro e fazer um intercâmbio, viagem ou uma reforma na casa, por exemplo.

A principal característica do home equity é dar o seu imóvel como garantia, caso as parcelas deixem de ser pagas. Isso traz mais segurança ao banco, que aplica taxas mais atrativas. Tanto é que os juros iniciam em apenas 0,7% ao mês. É muito mais baixo do que as outras modalidades.

Ainda existem mais benefícios. Você pode contratar até 60% do valor do imóvel. Por exemplo, se a residência custa R$ 500.000, é possível conseguir R$ 300.000. O prazo de pagamento é mais longo e pode chegar a 15 anos.

No caso de um desses tipos de empréstimos para empresas, os dados mudam um pouco. O máximo contratado é de 40% do valor do imóvel. O prazo de pagamento também é de 15 anos, no máximo. Já as taxas de juros iniciam em 1,14% ao mês.

Em algumas instituições financeiras, também existe a opção flex. Essa é a opção do Banco Bari, que disponibiliza o empréstimo por até 5 anos. A quantia pode ser usada da forma que você preferir durante esse período. Ou seja, é possível pegar qualquer valor e utilizá-lo em dinheiro ou como limite no cartão de crédito Baricard Imobiliário.

Por todos esses motivos, o home equity é indicado para qualquer pessoa física ou jurídica. A contratação é feita por meio de uma simulação e envio dos dados pessoais, passando por uma análise de crédito.

4. Financiamento imobiliário

Esse é um dos tipos de empréstimo imobiliário, mas voltado para a compra de uma propriedade. O financiamento é uma das opções mais comuns e utilizadas no mercado. Com ele, você dá uma entrada equivalente a 30% ou mais do preço da residência e financia o resto, isto é, 70%.

Ainda é possível utilizar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e compor renda com até 4 pessoas. Outra vantagem é a possibilidade de inclusão das custas de cartório e taxas de transferências.

Em alguns bancos, é possível ter uma carência de até 90 dias para começar a pagar. O prazo máximo é de 20 anos, ou 240 meses. As taxas iniciam em 0,79% ao mês. Ou seja, são bastante atrativas, o que torna esse tipo de empréstimo em um dos mais baratos do mercado.

A contratação é um pouco mais burocrática, porque é preciso avaliar o imóvel comprado. Porém, o procedimento é igual ao das outras modalidades.

Qual é o melhor tipo de empréstimo?

Dos diversos tipos de empréstimo, o melhor é aquele que se encaixa nas suas necessidades. De toda forma, as opções mais baratas são as melhores. Entre elas estão o empréstimo consignado, o home equity e o financiamento imobiliário.

Agora, você já sabe quais são os principais tipos de empréstimo e consegue avaliar qual é o melhor para sua realidade, certo? Nesse processo, conte com uma instituição financeira confiável e transforme o seu sonho em realidade!

Quer conhecer um banco que vai ajudar na conquista de todos os seus objetivos? Acesse o site do Banco Bari, veja nossas opções de empréstimo e comece a sua vida!

Veja também

Este site usa cookies e outras tecnologias que ajudam a personalizar o conteúdo de acordo com nossaPolitica de Privacidade. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.